CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

13 de janeiro de 2015

A ficcionista: Godofredo de Oliveira Neto (com a presença do escritor)

FOI ASSIM...


                                                         Fotos: Eloisa, Vídeo: Adélia


O CLIc agradece a presença do escritor!!!


Encontro com o Clube de Leitura Icaraí, sempre um grande prazer encontrar esses amigos-leitores.


Escritor ganhou Prêmio Jabuti em 2006


"Uma das narrativas mais inovadoras da moderna literatura" 
Jiro Takahashi sobre o romance "A ficcionista" 


Aguardo você nesta sexta feira, 9/1/2015, 19h00 no Clube de Leitura Icaraí





"Um livro singular capaz de encantar leitores e escritores, uma obra que desvela os momentos que antecedem a criação (..) A Ficcionista é um olhar para trás da cortina do processo de criação literária, não fosse também, e principalmente, uma encantadora narrativa ficcional."


(Ronize Aline)

Obras do escritor


Um escritor em busca de histórias, ideias, acontecimentos, vida. Uma mulher cheia de histórias, ideias, acontecimentos, vida. Com hora marcada e valor combinado, os dois estabelecem um acordo entre escritor e personagem. E durante dez dias é travado e registrado o conflito entre fato e verossimilhança, desejo e delírio, relato e devaneio. Uma ficcionista construída pela própria vida. Drogas, messianismo, assalto, polícia, música, sexo, amizade, espiritualidade, loucura, morte. Godofredo de Oliveira Neto é autor de nove romances. Premiado no Jabuti 2006 com o livro Menino oculto, é autor de O Bruxo do Contestado e Amores Exilados.







3 comentários:

  1. Nikki ajuda as pessoas a lerem o mundo e a vida. As pessoas a procuram da mesma forma que alguns leitores buscam alívio na Literatura. Elas se curam e/ou ficam mais felizes com suas sessões. A Literatura ajuda a fabular um outro real e abre os olhos das pessoas para ver como o nosso próprio real é construído.

    ResponderExcluir
  2. O acordo inicial entre narrador e personagem não passa de um protocolo para que ambos finjam o tempo todo. No selfie que Nikki fez com Chico caiu a ficha. A mulher é o bicho! O leitor também!

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.