CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

4 de agosto de 2013

O último voo do flamingo: Mia Couto




Recentemente terminei a leitura de "O último voo do flamingo", de Mia Couto, gentilmente emprestado pelo nosso querido concièrge. Acho que posso dizer que o Mia é meu escritor favorito porque tudo que ele diz, eu leio com o coração. Nesse livro tem uma lenda linda sobre o flamingo e sobre ele eu fiz um poeminha que partilho com vocês:







O flamingo esperança de sol
o flamingo sorriso de novo dia

brota do voo do homem

que supera seu medo

e abre as asas para o passado renascer.

Só assim se pode crer no amanhã
raízes soltas voltando ao solo
redescoberta de si no pernalta
que cruza tempo e limite
para sentir o coração da terra
bater novamente.

(o coração da terra somos nós)

(Rita Magnago)


"O último voo do flamingo" foi debatido no clube de leitura em 11 de junho de 2005


2 comentários:

  1. Que lindo poema, Rita! As leituras nos impulsionam a novas produções, isso é tão gratificante.
    Bom também conhecer outro livro de Mia Couto.

    Beijos!

    Sonia Salim

    ResponderExcluir
  2. Oi Sonia, obrigada. Eu nem sabia que o concièrge tinha postado esse poema aqui. Toda vez que gosto muito de um livro ele me faz escrever alguma coisa, é gratificante sim.

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.